Notícias

Vivo afirma que não fará restrição ao uso do Netflix e YouTube

Polêmica indignou brasileiros

Após executivos da Vivo dizerem que o cliente que usa o Netflix e o YouTube teria que pagar mais com a medida de impor franquia de dados na banda larga fixa, a Vivo agora informa que não faz restrição ao acesso dos serviços de streaming.

Tal informação foi publicada em um portal feito pela própria empresa para esclarecer dúvidas sobre a medida que está gerando uma enorme polêmica e indignação em todo o Brasil.

Vale ressaltar que tais serviços se transformaram em concorrentes de peso dos tradicionais planos de TV por assinatura, que são oferecidos por empresas em pacotes combinados com internet banda larga, como no caso da Vivo.

Recente

Topo