Notícias

Twitter quer controlar drones através de tweets

In this Feb. 13, 2014, photo, members of the Box Elder County Sheriff's Office fly their search and rescue drone during a demonstration, in Brigham City, Utah. Law enforcement, government agencies and others are itching to use drones for everything from finding lost hikers to tracking shifting wildfires. But privacy watchdogs are urging state legislatures to step in and head off any potential privacy violations. That tension is on display as more than 35 states consider drone legislation this year, according to the National Conference of State Legislatures. The bills include ways to attract an industry that could generate billions and restrictions on drone use and data collection. (AP Photo/Rick Bowmer)

A empresa sediada em San Francisco na semana passada, foi concedida uma patente para uma aeronave não tripulada (UAV, por sua sigla em Inglês), que irá capturar fotos e vídeos que podem então ser compartilhados entre contas de usuários no rede de microblogging. Os movimentos do robô seria controlado pelos gostos, tweets e respostas de usuários de Twitter, em seguida, determinar quais as imagens são gravadas.

Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário, mas um porta-voz do Twitter disse CNBC: “Duas palavras: drones para selfies”.

Os drones, que são na sua maioria cuadricópteros equipados com uma câmera e quatro rotores por um controlado por computador, são o presente mais desejado por muitos consumidores e empresas que pretendem programar-las. Ele é esperado para mais de 400.000 neste feriado temporada drones são adquiridos, de acordo com Michael Huerta, administrador da Administração Federal de Aviação (FAA, por sua sigla em Inglês).

Empresas como a Amazon, Google e Walmart também estudar a forma de utilizar estes dispositivos como forma de vencer a concorrência com a entrega de pacotes mais rapidamente. Google disse que planeja começar as entregas com drones em 2017, enquanto a Amazônia no mês passado mostrou um protótipo do VANT deverá ser utilizado para entregar pequenas embalagens para seus clientes em menos de 30 minutos. Seguindo o exemplo de Amazon e Google, WalMart também pediu permissão em outubro para o FAA para testar seus próprios drones para entregar os bens.

Quando despertou curiosidade sobre drones nos últimos anos, a FAA tem lutado com a forma de regular o uso de UAVs. Em fevereiro, a FAA propostas de regulamentos que permitam drones que voam durante o dia e tendo em conta o piloto.

drones

Você deve estar logado para postar um comentário. Login

Deixe uma resposta

Recente

Topo