Notícias

Os melhores filmes LGBT disponíveis na Netflix

OS melhores filmes gays na Netflix

A Netflix é a maior empresa de serviços streaming do mundo todo, abaixo nós listamos vários filmes que foram considerados os melhores sobre LGBT.

Veja a lista abaixo:

1. “Deixe a Luz Acesa”

O filme traz o cotidiano de um documentarista dinamarquês que se apaixona por um advogado americano em Nova York em 1998. Premiado, o longa é um retrato bastante complexo e delicado de uma relação homoafetiva, apresentando em profundidade todas as nuances dos personagens.

2. “Tomboy”

Quando a pequena Laure se muda para uma nova cidade com a família é confundida com um garoto por Lisa, e resolve então viver com sua real identidade de gênero. Delicado e emocionante, vale separar um lencinho para chegar até o final do filme.

3. “Tudo Sobre Minha Mãe”

Um clássico dirigido por Pedro Almodóvar, “Tudo Sobre Minha Mãe” é, talvez, um dos melhores longas do espanhol. Traz a história de uma mãe lidando com o luto do filho, enquanto atravessa a Espanha para dar a notícia ao pai do jovem, cruzando com personagens complexos e distintos como uma freira, uma travesti e uma grande atriz.

4. “O Jogo da Imitação”

Uma versão bastante romanceada da vida do matemático homossexual Alan Turing, que durante a Segunda Guerra Mundial foi responsável por quebrar os códigos usados pelo exército alemão. O ponto alto com certeza é a interpretação do charmoso Benedict Cumberbatch.

5. “Azul é a Cor Mais Quente”

O filme francês divide opiniões. Longo e realista, acompanha o despertar da sexualidade da jovem Adèle, que se apaixona pela intensa Emma, a jovem de cabelos azuis que mexeu com o coração de todas as meninas. A produção aposta em cenas quentes e dramáticas para segurar o espectador entre os longos planos sequência.

6. “Imagine Eu & Você”

O filme é quase um cult LGBT. Protagonizado por Lena Headey, a Cersei de “Game Of Thrones”, e Piper Perabo, conta a história de uma jovem que se apaixona pela florista de seu casamento com um homem.

7. “Eu Matei Minha Mãe”.

Primeiro longa do canadense Xavier Dolan como diretor, conta a história de um jovem de 17 anos que tem que lidar com o ódio de sua mãe e todas as descobertas da idade, que vão da busca pela arte até sua sexualidade.

8. “Bridegroom”

O documentário conta a história de Shane Crone, que perdeu seu marido Tom Bridegroom após o jovem cair do telhado da casa em que moravam juntos. Porém, como não eram casados oficialmente, por conta da lei que proibia a união homoafetiva nos EUA, Shane foi impedido pela família de Tom de ir ao enterro do marido e também de guardar recordações. Depois de contar sua história em um vídeo no YouTube, a diretora Linda Bloodworth Thomason conseguiu o financiamento coletivo com a participação de 65.000 pessoas e gravou o emocionante documentário.

9. “Eating Out”

Todo mundo sabe que os americanos adoram um filme adolescente. E que curtem muito sequências também! Agora, novidade pra maioria das pessoas é que existe todo um filão dessa combinação voltada para o público gay. Meio pastelão e super sexy, os longas “Eating Out” são daqueles pra sentar e ver sem pretensão nenhuma.

10. “Contracorrente”

O longa colombiano conta a história de Miguel, um pescador casado com uma mulher que espera seu primeiro filho. Porém, nada é tão simples tendo em vista que ele vive um romance com o artista Santiago. Leve e bonito, é uma reflexão sobre amor e orientação sexual.

11. “RuPaul’s Drag Race”

Ru Paul é com certeza a maior drag queen dos Estados Unidos. E é ela que comanda a divertida competição de drag. Leve, simpática e muito engraçada, a série conquista todo mundo, até os caras héteros.

 

Recente

Topo