#Oficial! Agora o WhatsApp será descontado da sua franquia independente da operadora Comentários desativados em #Oficial! Agora o WhatsApp será descontado da sua franquia independente da operadora 10

O Marco Civil da internet foi sancionado há mais ou menos dois anos trás, mas houve algumas alterações feita por Dilma Rousseff na manhã de ontem (12), antes de ser afastada de seu cargo. Esse novo decreto algumas alterações estão dando o que falar.

No decreto de número 8.771, publicado no Diário Oficial da União do dia 11 de maio de 2016. No segundo capítulo do texto, o governo reforça que as provedoras de internet não podem diminuir a velocidade, cancelar ou limitar o acesso à internet por qualquer motivo que não sejam limitações técnicas.

Já nos artigos 9 e 10, porém, entra a polêmica do decreto. “Ficam vedadas condutas unilaterais ou acordos entre o responsável pela transmissão, pela comutação ou pelo roteamento e os provedores de aplicação que: I – comprometam o caráter público e irrestrito do acesso à internet e os fundamentos, os princípios e os objetivos do uso da internet no País; II – priorizem pacotes de dados em razão de arranjos comerciais; ou III – privilegiem aplicações ofertadas pelo próprio responsável pela transmissão, pela comutação ou pelo roteamento ou por empresas integrantes de seu grupo econômico.”

Resumindo tudo isso na prática, o aplicativo WhatsApp e Facebook fica sendo impedido de ser liberado sem que as operadoras taxem ele de sua franquia. Com isso, as operadoras do Brasil terão que descontar da sua franquia quando realizar o acesso a esses redes sociais.

Com isso, qualquer iniciativa de cobrar mais caro de um usuário que faz streaming, por exemplo, também se torna proibido.

Previous ArticleNext Article
Wellington Gomes, estudante de Enfermagem com passagem em vários sites de TV em destaque para o portal Famosos naWeb, administrador do site ATUTEC e adora escrever sobre notícias voltada ao mundo da tecnologia E-mail: [email protected] Telefone (14) 98191-4724

Mastercard e Cabify oficializam parceria em Porto Alegre 0 282

A Cabify, plataforma focada em soluções inteligentes de mobilidade urbana, e a Mastercard anunciam mais uma parceria para oferecer descontos e também realiza ações de marketing em Porto Alegre (RS). Desta vez, o foco será o jogo de abertura das Eliminatórias da Copa do mundo 2018. O primeiro jogo acontece no dia 31 de agosto (quinta-feira) com a partida Brasil X Equador, na Arena do Grêmio.

Os motoristas parceiros da Cabify rodarão com os carros adesivados com os logos da plataforma e da Mastercard até dia 01/09. A campanha conta ainda com um código especial GOLDEPLACAMASTERCARD que permitirá 25% OFF, com desconto máximo de R$ 15, para até 10 corridas aos usuários de Porto Alegre que utilizam cartão Mastercard como método de pagamento. A ação é válida para corridas finalizadas até as 7 horas da manhã do dia 1 de setembro.

“A parceria entre a Cabify e a Mastercard trouxe resultados surpreendentes, por isso, retomamos a ação de forma estratégica para prover aos usuários da plataforma mobilidade nas viagens para os jogos das eliminatórias com conforto, segurança e praticidade na hora do pagamento, beneficiando tanto o motorista parceiro quanto o usuário”, afirma Nicolas Cañas, General Manager da Cabify em Porto Alegre.

A plataforma destaca-se pelo rígido processo de cadastramento dos motoristas parceiros, que inclui exames psicotécnicos e toxicológicos, e a exigência de carros novos, com ano a partir de 2012. Para garantir a qualidade de seu serviço, a empresa realiza palestras informativas com seus novos motoristas parceiros, onde orienta a respeito de legislação, direção segura e técnicas de atendimento para garantir que os usuários tenham a melhor experiência possível ao se deslocarem de um ponto a outro com a plataforma. Já no quesito segurança a Cabify também se posiciona de maneira forte ao aceitar pagamentos apenas por meio de cartão de crédito e PayPal.

A Cabify opera, atualmente, em sete cidades do Estado de São Paulo – São Paulo, Campinas, Santos, São Vicente, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Santo André – e também em outras cinco capitais – Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).