Notícias

O Lar das Crianças Peculiares: Fãs criticam adaptação para o cinema

Adptação sofreu grandes alterações (Foto: Reprodução)

O que mais há de comum no meio cinematográfico é a adaptação de obras literárias para longa metragem. Grandes filmes do cinema, ganhadores de prêmios Oscar, por exemplo, teve seu roteiro adaptado de uma grande obra.

A mais recente delas estreou na quinta-feira (29/09) pelas mãos de Tim Burton, “O Lar das Crianças Peculiares”, baseado no livro de Ransom Riggs, “O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares”, que faz parte de uma trilogia, juntamente com “Cidade dos Etéreos” e “Biblioteca de Almas”.

[ATENÇÃO SPOILERS]

Porém apesar de o filme ser em todo seu conceito uma obra que é a “cara “ de Tim Burton, sua adaptação para o cinema está recebendo duras críticas por parte de quem leu o livro. A começar pela mudança das personagens Emma e Olive, no filme suas peculiaridades e personalidades foram trocadas entre elas.

Há ainda a forma totalmente diferente que Jake chega na ilha, como ele conhece e é apresentado às crianças sem contar que após a metade do filme o que se vê em cena é uma nova história que nada tem a ver com o livro. Principalmente no final, quando a Srta. Peregrine já está junto de suas crianças, e mais, o livro termina com eles indo  resgatar a Srta. Avocet que diferentemente do que ocorre no filme, ela não morre

Um outro ponto que ficou sem nexo e que foi apontado por todos é o fato do avô de Jake, Abe, estar vivo no final do filme devido alguns acontecimentos inseridos sem muita explicação. A cena do exército de esqueletos é descrito por muitos fãs como “cômico” e ridículo”. É válido esclarecer que qualquer adaptação literária sofre alterações devido a direitos autorais e uma imagem que “vende melhor” no cinema, mas para todos os que leram o livro o que transformaram o filme foi praticamente um desrespeito.

Recente

Topo