Notícias

Nintendo demite funcionária de marketing por ela ser feminista

Entenda o caso!

Nesta semana a Nintendo demitiu uma funcionária do setor de marketing da empresa, onde estava trabalhando há pelo menos dois anos e meio. Alison tem um bom número de seguidores, principalmente no Twitter, e frequentemente ela denunciava o machismo na indústria dos jogos eletrônicos, além de ser feminista declarada.

Acontece que ela recebia mensagens diárias de ódio e assédio de internautas que não concordavam com suas ideias. Até que passou a sofrer ataques constantes do GamerGate, um grupo de gamers que assedia, ofende e ameaça mulheres da indústria dos videogames; o grupo fez uma campanha pedindo sua demissão.

Desta forma, na última quarta-feira (30), Alison foi desligada da companhia e escreveu sobre o caso nas redes sociais, alegando que a demissão era pelo o que ela defendia e aos assédios que estava recebendo há meses.

Já a Nintendo, na sua defesa em nota, disse: “Apesar da demissão da Srta. Rapp ter acontecido logo após ela ter sido vítima de críticas por parte de certos grupos nas redes sociais, as duas situações não estão relacionadas”.

FONTES – Mashable/The Wrap

Você deve estar logado para postar um comentário. Login

Deixe uma resposta

Recente

Topo