Notícias

Microsoft usará DNA para armazenamento de dados

Os arquivos irão ficar intactos por até 10 mil anos

10 milhões de fios de oligonucleotídeos foram comprados pela Microsoft, cujos foram produzidas pela Twist Bioscience. Esses fios são nada mais que moléculas de DNA.

Segundo informa o Business Insider, a empresa pretende utilizar moléculas de DNA como forma de armazenar grandes quantidades de dados.

Os HDs, discos Blu-Ray e outras tecnologias que são usadas hoje em dia podem sofrer alterações ou arranhar, se perder, etc. Acontece que com o DNA, os arquivos permanecem intactos e legíveis por até 10 mil anos.

Recente

Topo