Notícias

Microsoft explica caso racista e diz que a assistente Tay deve voltar

Entenda a polêmica!

O chatbot Tay, desenvolvido pela Microsoft para interagir e aprender com jovens entre 18 e 24 anos, sofreu uma onda de polêmicas e por isso foi removido precocemente.

Agora, a empresa resolveu falar sobre o episódio e explicar como um software inocente se tornou uma espécie de nazista virtual. A Gigante de Redmond esperou as coisas se acalmarem um pouco para emitir um comunicado em seu blog oficial.

Peter Lee, vice-presidente corporativo de pesquisa da Microsoft, veio apontar onde estavam os erros e se podemos esperar ver Tay mais uma vez se aventurando pela internet.

“No fim das contas é preciso aprender e melhorar, passo a passo, e fazer isso sem ofender as pessoas durante o processo. Vamos continuar firmes em nossos esforços para aprender com essa e outras experiências enquanto trabalhamos para contribuir com uma internet que representa o melhor, e não o pior, da humanidade”, finalizou Lee.

FONTES – BGR/Brad Reed

Você deve estar logado para postar um comentário. Login

Deixe uma resposta

Recente

Topo