Notícias

Instituto revela queda na venda de tablets no mundo

O sucesso de antes não está o mesmo hoje em dia.

Os comerciantes e donos de empresas de tecnologia não têm o que se contentar com a recente venda de tablets. Em época escassa, há em todo canto quem seja do setor reclamando. A justificativa seria por conta das atualizações, que não acontecem com tanta frequência quanto para os smartphones, onde em número de vendas não têm o que reclamarem.

Quem aponta a pesquisa é o instituto IDC, que verifica o quarto trimestre de quedas em disparada, e que só diminuem ao longo do tempo. Marcas consideradas do auge não estão conseguindo se livrar mesmo assim: a Apple, fabricante do famoso iPad já registra 19% de queda, com 9 milhões de unidades vendidas. No mesmo período do ano passado, eram 12,3 milhões e só traz preocupação aos olhos dos empresários atentos em seus lucros.

Com 48 milhões de unidades compradas, até então o número total de vendas caiu em 12%. Outra empresa que estaria sofrendo também era a Samsung, que com seus tablets da Galaxy estão vendendo 17% a menos que no ano passado. O maior prejuízo está contabilizado a Asus, que regista um declínio de 43%. Porém, em meio a toda essa “tragédia”, há empresa que se saia desses negativos índices.

A Lenovo, por exemplo, subiu 0,9%, um índice insignificativo se comparado a chinesa Huawei, que obteve um absurdo aumento de 147%, mas que se mais uma vez for comparado ao mercado em geral, é desprezível, por contar apenas com 1% de toda a ocupação de mercado em tablets.

O sucesso de antes não está o mesmo hoje em dia.

O sucesso de antes não está o mesmo hoje em dia.

Você deve estar logado para postar um comentário. Login

Deixe uma resposta

Recente

Topo