Notícias

Google quer fazer entregas com drones a partir de 2017

O futuro na ramo aéreo mundial está ganhando a atenção inclusive de grandes multinacionais. A Google, pelo Alphabet, está em estudos para adquirir drones de modo que se possam fazer entregas e facilitar a vida de muitos que adquirem produtos da empresa. Espera-se que já em 2017 estejam prontos os detalhes e que o aval final seja dado para que os pequeninos somem no espaço aéreo e contribuam para o desenvolvimento tecnológico em diversos dos aspectos.

David Vos, que lidera o projeto Wing na Google, diz que já está em negociações para colocar em prática os dispositivos o quanto antes. Os contatos com a Administração de Aviação Federal e os diversos setores interessados em mapear um sistema de controle de tráfego para aviões que utilizam tecnologias do celular e internet para coordenar voos de 152 metros de altitude seguem sem pausas. O projeto Wing foi lançado em agosto de 2014 com um protótipo, que voou a Austrália e seus derredores com cerca de 0,8 metros de altura e 1,5 metros de largura.

Desde então, o protótipo foi como um impulso para uma necessidade que estava sendo analisada e agora, mais intensamente e que possa contribuir para o Alphabet e a Amazon, maiores necessitadas do dispositivos. “Estamos praticamente em uma campanha aqui, trabalhando com a FAA, com a pequena comunidade UAV e com os peritos em aviação em geral, para mover as coisas mais rápido“, completou Vos.

A revolução no mundo das entregas está bem próxima.

A revolução no mundo das entregas está bem próxima.

Você deve estar logado para postar um comentário. Login

Deixe uma resposta

Recente

Topo