Free Basics do Facebook é rejeitado na Índia 0 13

O governo da Índia não importa o tamanho da grandeza e influente Facebook. A Autoridade Reguladora de Telecomunicações da Índia (TRAI para o short) anunciou que iria bloquear serviços básicos gratuitos, como o Facebook, que oferecem acesso gratuito à Internet, mas apenas a determinados sites e aplicativos. Além disso, a TRAI disse que queria garantir o acesso livre para os usuários deste tipo de serviços atualmente têm acesso a áreas fora dos locais autorizados e aplicativos que são recolhidos por telefone.

“Essas taxas ofertas diferenciais têm efeitos positivos e negativos. Por um lado, pode parecer que o acesso à Internet em geral é mais acessível…”, de acordo com os regulamentos TRAI. “Por outro lado, as taxas diferenciais resultam em classificação de assinantes com base no conteúdo que deseja acessar… Potencialmente, isso pode ir contra o princípio da tarifa não discriminatória”.

Lançado em 2014, o Basics grátis conseguiu fornecer acesso livre, mas o tempo limitado à Internet cerca de 19 milhões de pessoas em 38 países, incluindo México, Colômbia, Guatemala, Bolívia, Panamá, Peru e outros países da África e Ásia, incluindo encontrada na Índia. É possível que os usuários no subcontinente asiático tenham constituído uma parte significativa desse montante.

Os novos usuários do Facebook em países fora os EUA e na Europa poderia gerar-lhe renda suficiente para a empresa. Durante o quarto trimestre de 2015, a receita média por usuário na Ásia e Pacífico foi de US $ 1,57, e este montante pode crescer mais usuários ativos ver anúncios, TechCrunch informou . EU e no Canadá último trimestre, o Facebook ganhou US $ 12,80 por usuário.

Agora, o Facebook terá que mudar sua estratégia, se ele quer ser conhecido entre mais pessoas no segundo maior país do mundo, e para evitar que o mesmo descontentamento atinge outros países.

“Nosso objetivo com Basics grátis está oferecendo à Internet através de uma plataforma aberta, não exclusiva e livre. Enquanto nós estamos decepcionados com o resultado, vamos continuar os nossos esforços para remover as barreiras e dar o acesso mais fácil alheio à forma como o Internet e as oportunidades “, disse um porta-voz do Facebook em um comentário oficial da empresa.

Por seu lado, o Facebook tinha tentado ser mais amigável para as exigências dos governos e defensores da vontade neutralidade da rede. Em maio de 2015, a rede anunciou que lançará uma plataforma aberta para desenvolvedores e empresas que queiram participar Basics grátis poderia satisfazer os requisitos que incluem permitir a prestação de serviços gratuitos de Internet, incentivar mais pessoas a explorar a Internet e função em telefones básicos como em inteligente celular.

Em setembro 2015, ele começou a permitir que os usuários FreeBASIC -se escolher os aplicativos que você queria usar uma loja de aplicativos.Anteriormente, os aplicativos foram pré-determinado pelo Facebook operadores participantes.

No final de 2015, Basics grátis mudou seu nome para Internet.org, mas foi renomeado para evitar confusão com outras iniciativas Internet.org.

Previous ArticleNext Article
Rita Lemes, administradora do site ATUTEC, amante da tecnologia e viciada em séries da Netflix. Blogueira desde 2009 com passagem por vários sites de TV e se descobriu finalmente no mundo da tecnologia. E-mail: [email protected] Telefone: (14) 99178-8104

Comentar

Mastercard e Cabify oficializam parceria em Porto Alegre 0 282

A Cabify, plataforma focada em soluções inteligentes de mobilidade urbana, e a Mastercard anunciam mais uma parceria para oferecer descontos e também realiza ações de marketing em Porto Alegre (RS). Desta vez, o foco será o jogo de abertura das Eliminatórias da Copa do mundo 2018. O primeiro jogo acontece no dia 31 de agosto (quinta-feira) com a partida Brasil X Equador, na Arena do Grêmio.

Os motoristas parceiros da Cabify rodarão com os carros adesivados com os logos da plataforma e da Mastercard até dia 01/09. A campanha conta ainda com um código especial GOLDEPLACAMASTERCARD que permitirá 25% OFF, com desconto máximo de R$ 15, para até 10 corridas aos usuários de Porto Alegre que utilizam cartão Mastercard como método de pagamento. A ação é válida para corridas finalizadas até as 7 horas da manhã do dia 1 de setembro.

“A parceria entre a Cabify e a Mastercard trouxe resultados surpreendentes, por isso, retomamos a ação de forma estratégica para prover aos usuários da plataforma mobilidade nas viagens para os jogos das eliminatórias com conforto, segurança e praticidade na hora do pagamento, beneficiando tanto o motorista parceiro quanto o usuário”, afirma Nicolas Cañas, General Manager da Cabify em Porto Alegre.

A plataforma destaca-se pelo rígido processo de cadastramento dos motoristas parceiros, que inclui exames psicotécnicos e toxicológicos, e a exigência de carros novos, com ano a partir de 2012. Para garantir a qualidade de seu serviço, a empresa realiza palestras informativas com seus novos motoristas parceiros, onde orienta a respeito de legislação, direção segura e técnicas de atendimento para garantir que os usuários tenham a melhor experiência possível ao se deslocarem de um ponto a outro com a plataforma. Já no quesito segurança a Cabify também se posiciona de maneira forte ao aceitar pagamentos apenas por meio de cartão de crédito e PayPal.

A Cabify opera, atualmente, em sete cidades do Estado de São Paulo – São Paulo, Campinas, Santos, São Vicente, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Santo André – e também em outras cinco capitais – Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).