Companhia aérea Azul lança aplicativo exclusivo para Windows Phone 0 14

A companhia aérea brasileira Azul lançou um novo aplicativo exclusivo para o Windows Phone. O aplicativo permite aos usuários gerenciar suas reservas, programa de benefícios TudoAzul, verificar o status do voo e muito mais.

Possui:

  • Voos remarcação: Chegou mais cedo? Agora você pode alterar a sua reserva até 6 horas antes, sem nenhum custo extra.
  • TudoAzul: integração completa com programa de benefícios TudoAzul. (Consulta de saldo / extrato, cartão TudoAzul virtual, pontos de solicitação, atualização de dados directa na aplicação e integração com o “Minhas Reservas”)
  • Estado de vôo: Verifique os tempos de status e de saída e chegada dos seus voos e está programado para ir para o aeroporto.
  • Entrada: É simples, rápido e você pode verificar em qualquer momento a partir de 72 horas para 90 minutos antes do voo. Seu cartão de embarque é armazenado no aplicativo e você ainda receber 250 pontos em TudoAzul em cada sentido.
  • Além de simplificar os processos no aeroporto, somos informados sobre os nossos serviços, tais como o horário do ônibus, estacionamento, os contatos Azul lojas, e muito mais.

azul

Previous ArticleNext Article
Rita Lemes, administradora do site ATUTEC, amante da tecnologia e viciada em séries da Netflix. Blogueira desde 2009 com passagem por vários sites de TV e se descobriu finalmente no mundo da tecnologia.E-mail: [email protected] Telefone: (14) 99178-8104

Comentar

Alerta sobre golpe virtual que usa falso e-mail sobre contas inativas do FGTS para roubar dados de brasileiros Comentários desativados em Alerta sobre golpe virtual que usa falso e-mail sobre contas inativas do FGTS para roubar dados de brasileiros 18

A ESET – fornecedora de soluções para segurança da informação e pioneira em proteção proativa –  identificou um novo tipo de golpe que usa como chamariz a consulta a contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Na ação, os cibercriminosos enviam um falso e-mail sugerindo que vítima consulte o saldo de sua conta inativa do FGTS por de um link, o qual na realidade direciona o internauta para um site voltado a roubar dados pessoais.

Entre as informações solicitadas para preenchimento no falso site do FGTS estão CPF, data de nascimento, Número de Identificação Social (NIS), credenciais de acesso ao sistema do governo, telefone, além de informações bancárias. O objetivo dos cibercriminosos é vender os dados pessoais, realizar fraudes ou mesmo direcionar outros ataques para levantar ainda mais informações das vítimas.

Para aplicar o golpe, os cibercriminosos usaram uma falha de segurança e incluíram scripts PHP no servidor. Dessa forma, quando a vítima acessa determinadas URLs especificas, consegue visualizar uma página de internet com conteúdo legítimo.

“Esse caso é um exemplo de como um servidor, hospedando um conteúdo legítimo, teve suas vulnerabilidades exploradas e foi utilizado pelo cibercrime para a propagação de phishing. Isso vale de alerta para aqueles que administram servidores, principalmente, com conteúdos acessados pela Internet, para que atualizem seus sistemas e aplicações, apliquem sempre patch e os protejam antes da ocorrência de um incidente”, afirma Camillo Di Jorge, Presidente da ESET Brasil. “No caso dos usuários, vemos novamente como assuntos de temas amplamente noticiados são utilizados para realizar ciberataques. Cibercriminosos estão sempre explorando assuntos com maior probabilidade de conseguir cliques por parte das pessoas”, reforça o executivo.

Para evitar cair em golpes com esse, a ESET alerta sobre a importância de saber identificar uma ameaça digital, evitando clicar em e-mails desconhecidos, que solicitem informações pessoais ou a realização de downloads. Além disso, os internautas devem contar com soluções de segurança proativas instaladas e atualizadas em todos os equipamentos que acessam a internet.