Aplicativos

Com loja de filtros, Snapchat pretende lucrar mais

A nova moda na era de apps chama cada vez mais atenção.

Após o lançamento da nova versão do Snapchat, muitas dúvidas foram colocadas em questão. Entre uma delas estaria a receita do aplicativo, que provavelmente subiria com seu primeiro recurso pago em meio ao sucesso atual da rede, que a cada dia mais atrai novos usuários em busca de interagirem de uma nova forma, esta que estaria despertando outros interesses por parte de seus investidores e desenvolvedores.

A função de detecção de rosto despertou uma ideia ainda maior: a de ganhar vendendo filtros, que são cada dia ainda mais necessários para o divertimento em seu uso. Segundo a revista InfoMoney, os prejuízos podem ser revertidos com a venda destes, já que, era estimado em US$ 3 bilhões de percas a cada ano, junto ao seu valor comercial que está em torno de US$ 16 bilhões, este que fez o Facebook inclusive lançar uma proposta de compra.

Agora com 30 filtros lançados, cada um a 0,99 dólares, será possível que o número estimado de 10 milhões de snaps diários com o uso da ferramenta reverta a situação de perca anual e, assim, se torne cada vez mais uma proposta rentável de ter o aplicativo.

A nova moda na era de apps chama cada vez mais atenção.

A nova moda na era de apps chama cada vez mais atenção.

Você deve estar logado para postar um comentário. Login

Deixe uma resposta

Recente

Topo