Notícias

Cerveró afirma ter recebido no mínimo R$ 564,1 milhões de proprina

Proprinas chegaram a mais de R$ 500 milhões

Nestor Cerveró, ex-diretor internacional da Petrobras apontou ter recebido uma grande quantia em dinheiro (proprina) no valor de R$ 564,1 milhões envolvendo a Petrobras e a BR Distribuidora.

Nesta guerra toda, onze políticos estão apontados entre os que estão envolvidos com esse caso, os grandes detalhes estão na delação premiada de Cerveró, que está colaborando e muito o ex-diretor, em troca a justiça acaba diminuindo sua pena e acaba encontrando mais envolvidos no caso.

Entre um dos seus comentários, Cerveró afirma que a empresa que mais rendeu proprina para seus ‘amigos’ foi a Pérez Companc com US$ 100 milhões em propina para integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Ainda durante o seu depoimento, Nestor afirma que a compra da Pasadena, nos Estados Unidos, rendeu US$ 15 milhões (R$ 53,1 milhões) em propina para o ex-senador Delcídio Amaral, Fernando Baiano e o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa

Fonte: O Globo

Recente

Topo