Notícias

Caso Panama Papers: Em sua defesa, Foxconn afirma não ter sonegado impostos

Confira a defesa da empresa

A Foxconn, fornecedora de mão de obra para a gigante de Cupertino, na última sexta-feira, dia 8, afirmou que não sonegou impostos, desviando valores apontados pelo vazamento de dados no caso Panama Papers.

De acordo com informações do próprio vazamento, a empresa teria sonegado impostos que no total dariam US$ 22,8 bilhões (R$ 82,8 bi) e aplicado essas cifras no Panamá.

A Foxconn, por sua vez, afirma que nunca deixou de pagar todos os seus impostos corretamente e diz ainda que teria pago US$ 1,4 bilhão (R$ 5,36 bi) em impostos para o governo de Taiwan no ano passado.

Vale ressaltar ainda que as conversões para o Real, moeda brasileira, apresentadas nesta matéria, são dados aproximados, visto que sofrem alterações diárias.

Recente

Topo