Apple cria “Modo Pânico” para acesso “repentino” em iOS 0 14

A nova era da informatização surgiu desde quando a Apple criou o TouchID, recurso próprio da empresa e que vem criando inveja em massa pelas empresas do setor, que veem a descoberta como um novo caminho para outras novidades mais a fundo. Uma delas está em estudos pela empresa, que vê uma maneira de identificar quando o acesso do aparelho é feito quando o usuário está sendo forjado a colocar suas digitais para o acesso e, assim, acessar a informações pessoais disponíveis apenas com o uso da biometria.

Ou seja, isso poderia impedir que um criminoso forçasse que alguém colocasse suas impressões apenas para desbloquear o aparelho, pois, dependendo da intensidade em que as impressões fossem colocadas, o celular acionaria o chamado “modo pânico”, e automaticamente seria captado fotos e vídeos pela câmera frontal e todas as imagens enviadas aos órgãos competentes, que seriam ativados, ou para a conta iCloud do usuário. Além disto, é estudado que também seja ativado um alarme em um alto volume, indicando situação de emergência e levando, possivelmente, a desistência por parte de quem estaria violando o smartphone.

O tal alarme só seria desativado quando o usuário confirmasse que estava tudo seguro. Caso não fosse confirmado a situação de seguro, o sinal de socorro chegaria as autoridades por meio de um alarme emitido para os iPhones mais próximos. Entretanto, tudo está sendo avaliado pela Apple, que ainda não sabe quando colocará disponível para os usuários a função que colocaria uma nova camada de proteção nos aparelhos.

Com isto, a segurança pode aumentar ainda mais em iPhones.
Com isto, a segurança pode aumentar ainda mais em iPhones.
Previous ArticleNext Article
Diego Rafael, criador do site ATUTEC, fundou o site em 2015 com propósito de informar o leitor das atualidades tecnológicas.E-mail: [email protected] Telefone: (47) 8809-7980

Comentar

Mastercard e Cabify oficializam parceria em Porto Alegre 0 325

A Cabify, plataforma focada em soluções inteligentes de mobilidade urbana, e a Mastercard anunciam mais uma parceria para oferecer descontos e também realiza ações de marketing em Porto Alegre (RS). Desta vez, o foco será o jogo de abertura das Eliminatórias da Copa do mundo 2018. O primeiro jogo acontece no dia 31 de agosto (quinta-feira) com a partida Brasil X Equador, na Arena do Grêmio.

Os motoristas parceiros da Cabify rodarão com os carros adesivados com os logos da plataforma e da Mastercard até dia 01/09. A campanha conta ainda com um código especial GOLDEPLACAMASTERCARD que permitirá 25% OFF, com desconto máximo de R$ 15, para até 10 corridas aos usuários de Porto Alegre que utilizam cartão Mastercard como método de pagamento. A ação é válida para corridas finalizadas até as 7 horas da manhã do dia 1 de setembro.

“A parceria entre a Cabify e a Mastercard trouxe resultados surpreendentes, por isso, retomamos a ação de forma estratégica para prover aos usuários da plataforma mobilidade nas viagens para os jogos das eliminatórias com conforto, segurança e praticidade na hora do pagamento, beneficiando tanto o motorista parceiro quanto o usuário”, afirma Nicolas Cañas, General Manager da Cabify em Porto Alegre.

A plataforma destaca-se pelo rígido processo de cadastramento dos motoristas parceiros, que inclui exames psicotécnicos e toxicológicos, e a exigência de carros novos, com ano a partir de 2012. Para garantir a qualidade de seu serviço, a empresa realiza palestras informativas com seus novos motoristas parceiros, onde orienta a respeito de legislação, direção segura e técnicas de atendimento para garantir que os usuários tenham a melhor experiência possível ao se deslocarem de um ponto a outro com a plataforma. Já no quesito segurança a Cabify também se posiciona de maneira forte ao aceitar pagamentos apenas por meio de cartão de crédito e PayPal.

A Cabify opera, atualmente, em sete cidades do Estado de São Paulo – São Paulo, Campinas, Santos, São Vicente, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Santo André – e também em outras cinco capitais – Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).